Calculadora do nascer do sol e pôr do sol

Cálculo do Nascer/Pôr do sol para determinada latitude e longitude ou determinada cidade. Fonte: Almanac for Computers, 1990 publicado pelo Almanaque Náutico do Observatório Naval dos Estados Unidos Washington, DC 20392

A seguir estão calculadoras para o nascer e o pôr do sol. O algoritmo é retirado daqui. Fonte do algoritmo - Almanac for Computers, 1990, publicado pelo Escritório do Almanaque Náutico, Observatório Naval dos Estados Unidos, Washington, DC 20392

Esse algoritmo é considerado correto para o período de 1980 a 2050 e tem precisão de um minuto. Entretanto, a precisão diminui para locais acima de 60 graus de qualquer latitude. Além disso, você pode esperar uma precisão ainda pior para locais acima de 80 graus de latitude.

Adicionalmente, para latitudes altas, você pode encontrar um dia polar ou uma noite polar. Nesse caso, a calculadora mostra 24 horas ou 0 horas durante o horário do dia, respectivamente.

Também tenho que falar sobre o ângulo do zênite, que é definido pelo parâmetro "Limite entre o dia e a noite" e afeta significativamente o cálculo. Zênite é uma linha dirigida de um ponto na superfície da Terra verticalmente para cima, e ângulo zenital é um ângulo entre a vertical e a direção do centro do objeto celeste.

Se o Sol fosse um ponto e a Terra não tivesse atmosfera, o ângulo zenital que mostra o pôr do sol completo seria de 90 graus. Entretanto, como o Sol não é um ponto e ele possui seu diâmetro angular e sua luz refletida por partículas sólidas na atmosfera, então, até a borda superior do Sol desaparecer no horizonte, seu centro deveria estar um pouco abaixo do horizonte. São 90 graus e 50 minutos em condições atmosféricas normais. É um ângulo do pôr do sol "oficial".

Embora o Sol não possa ser visto além do horizonte, geralmente ele é bastante brilhante por causa da reflexão atmosférica. O período chamado crepúsculo se inicia. O crepúsculo pode ser separado em 3 fases, e o final de cada uma dessas fases pode ser utilizado como um ponto de pôr do sol.

A primeira fase é denominada crepúsculo civil. Ainda é bastante claro para conseguir trabalhar sem luzes artificiais em ambientes fechados neste momento. O fim do crepúsculo civil é igual a um ângulo zenital de 96 graus.

A próxima fase é o crepúsculo náutico. É um momento em que a linha do horizonte pode ser vista na água. O fim do crepúsculo náutico é igual a 102 do ângulo zenital.

A última fase é chamada crepúsculo astronômico. É um momento em que o Sol ainda é uma fonte de luz e impede a visibilidade das estrelas mais escuras. Para o observador casual, não há diferença entre este horário e a noite. O fim do crepúsculo astronômico é quando o Sol não é mais uma fonte de luz e o ângulo zenital é de 108 graus.

Entretanto, como se viu, a implementação do algoritmo não é tudo. O fato é que o algoritmo exibe o resultado no horário de Greenwich. Obviamente, para maior conveniência, é necessário convertê-lo para a hora local. Em um mundo ideal, o fuso horário pode ser obtido utilizando o valor da longitude. Na verdade, o esferoide da Terra é dividido em 24 lunes esféricos através dos meridianos, espaçados em 15 graus, e o fuso horário é calculado de forma trivial.

Todavia, no mundo real, não é bem assim - as fronteiras políticas, administrativas e geográficas deram uma forma hilária aos
fusos horários, então tive que deixar de lado a ideia de zona determinada pela longitude. Em vez disso, adicionei um campo à calculadora para definir uma compensação do horário de Greenwich.

E então me ocorreu uma ideia - por que não combinar este algoritmo com o livro de referência do Manual das Cidades, que é usado para a calculadora de Distância entre duas cidades e criar outra - calculadora do nascer do sol e do pôr do sol para cidades utilizando os dados do livro de referência. Ela já tem a coordenada; você digita a data e a cidade e obtém a hora local do pôr do sol e do nascer do sol.

No entanto, é necessário saber se é verão ou inverno. Por exemplo, na Nova Zelândia, o verão é a partir de 30 de Abril até o último domingo de Setembro, e no Iraque, é da primeira sexta-feira de Abril até a última sexta-feira de Outubro. Eu usei as regras padrões Europeias e Russas - do primeiro domingo de Março até o último domingo de Outubro.

Sendo assim, para algumas cidades, pode estar incorreto para Março-Abril e Setembro-Outubro. A propósito, nem todos os países usam horário de verão/inverno. Por exemplo, não é necessário em locais perto do equador, pois as mudanças sazonais da luz do sol são pequenas. A maioria dos países foi forçada a usá-lo, como aconteceram com as colônias.

O Inglês William Willett introduziu o horário de verão/inverno em 1907. Os Ingleses são famosos por inventar coisas divertidas como o sistema de medida imperial (consulte Conversão entre unidades imperiais e métricas de área) ou tamanhos de calçados irregulares (consulte Comparação do tamanho do sapato). Além disso, muitos países Europeus utilizaram o sistema para economizar carvão durante a Primeira Guerra Mundial.

A calculadora do pôr do sol/nascer do sol se encontra a seguir (se não houver sua cidade, cadastre-se e adicione-a à referência). Além disso, há um campo para definir as coordenadas geográficas (para o horário local correto, você mesmo deve compensar o horário de Greenwich).
P.S. Eu adicionei o cálculo aparente do meio-dia, ou seja, a hora da maior elevação do Sol. Na verdade, não é igual a 12:00

PLANETCALC, Calculadora do nascer do sol e pôr do sol para cidades

Calculadora do nascer do sol e pôr do sol para cidades

Nascer do sol (GMT)
 
Pôr do sol (GMT)
 
Horário do dia
 
Nascer do sol (local)
 
Pôr do sol (local)
 
Meio-dia Solar
 
Latitude
 
Longitude
 



PLANETCALC, Calculadora do nascer do sol e pôr do sol

Calculadora do nascer do sol e pôr do sol

°
°
Nascer do sol (GMT)
 
Pôr do sol (GMT)
 
Horário do dia
 
Nascer do sol (local)
 
Pôr do sol (local)
 
Meio-dia Solar
 

URL copiado para a área de transferência
PLANETCALC, Calculadora do nascer do sol e pôr do sol

Comentários